É obrigatório dar gorjeta nos EUA? Conheça a história

O valor da gorjeta é proporcional a três coisas: o valor total de sua conta/serviço prestado, o quão satisfeito você ficou com o serviço e também o tipo de serviço que foi prestado, pois pode mudar o valor dependendo.
Publicado em Curiosidades dia 21/03/2022 por Alan Corrêa

Com toda a certeza quando alguém contou alguma história de viagem aos EUA, ou até mesmo em sua ida para lá, sempre existem histórias relacionadas às famosas “tips”, ou simplesmente gorjetas como são conhecidas por aqui.

A questão é que, embora por aqui dar gorjeta para alguém seja um sinal de respeito extremo, nos EUA é praticamente uma regra não escrita! Você pode sim, por exemplo, não dar gorjeta para um garçom em um jantar, mas depois terá que arcar com as consequências! Hoje iremos te explicar tudo sobre as gorjetas nos EUA, que estão enraizadas e hoje são praticamente obrigatórias por lá.

Existe uma gorjeta mínima?

A gorjeta é uma pequena quantia paga espontaneamente a alguém, de forma suplementar ao preço devido, a título de agradecimento pela prestação satisfatória de um serviço.
A gorjeta é uma pequena quantia paga espontaneamente a alguém, de forma suplementar ao preço devido, a título de agradecimento pela prestação satisfatória de um serviço.

O valor da gorjeta é proporcional a três coisas: o valor total de sua conta/serviço prestado, o quão satisfeito você ficou com o serviço e também o tipo de serviço que foi prestado, pois pode mudar o valor dependendo.

Por exemplo, se você foi em um restaurante e sua conta fechou em 100 dólares, o valor mínimo de gorjeta esperado é de 10% do valor, ou seja, 10 dólares. Mas não pense que o garçom ficará satisfeito com os 10 dólares de gorjeta, muito pelo contrário, ele ficará extremamente irritado pois esta porcentagem de valor é considerada para serviços de má qualidade. Geralmente, 15% de gorjeta é considerado para um atendimento mediano e 20% para um excelente serviço que, neste caso, representaria 20 dólares.

Se você quiser oferecer uma gorjeta ainda maior, fique à vontade, afinal não existem regras para pagamentos de gorjeta! Porém, se a gorjeta no caso acima fosse de 5 dólares, com toda a certeza você teria que passar pelo mau humor dos atendentes, afinal o serviço deles foi considerado abaixo de péssimo.

O começo de tudo

A questão é que, embora por aqui dar gorjeta para alguém seja um sinal de respeito extremo, nos EUA é praticamente uma regra não escrita
A questão é que, embora por aqui dar gorjeta para alguém seja um sinal de respeito extremo, nos EUA é praticamente uma regra não escrita

Bem, como você viu, a gorjeta está enraizada no americano. Mas você já parou para pensar em como surgiu essa cultura? Ao contrário do que muitos pensam, esta cultura era tradicionalmente inglesa, porém à medida que foi perdendo força na Europa, nos EUA foi ganhando mais e mais força, principalmente no final do século 19.

Isso se deu muito por conta da emancipação dos escravos por lá, mas de uma forma um tanto quanto racista. Muitos estabelecimentos como restaurantes queriam ter a mão de obra negra gratuita, mas isto já não era mais possível. Foi então que, para contratar os negros, era dito para eles que não receberiam salário, mas que poderiam receber gorjetas. Com isso, a gorjeta começou a ficar cada vez mais popular e se estabelecer no século XX.

Acontece que, em 1915, seis estados aboliram a gorjeta e diversos políticos, entre eles o ex presidente William Howard Taf, propagavam abertamente contra a gorjeta. Isto durou até 1966, quando foi criada a cláusula “Tip Credit”, que nada mais é do que um valor mínimo instaurado para trabalhadores que podem receber gorjeta e que, por conta deste recebimento, é abaixo do salário mínimo daquele estado.

A gorjeta movimenta milhões

Aquela velha história de que “de grão em grão a galinha enche o papo” pode muito bem ser aplicada nas gorjetas, afinal, cerca de 40 milhões de dólares são injetados na economia norte americana anualmente apenas com os valores que os funcionários recebem das “tips”.

Muitos são os casos de trabalhadores, principalmente garçons, que recebem mais do que o dobro do seu salário apenas em gorjetas. Por exemplo, se você recebe um salário de U$ 6,98 por hora na Flórida (em nível de comparação, profissões não listadas para tips tem salário mínimo de 10 dólares no estado), que totalizaria cerca de 1.200 dólares, é comum que no final do mês o seu salário fique na casa dos 4 mil dólares ou mais.

Outro ponto que vale destacar também é que estes valores são livres de taxação, ou seja, entram diretamente na renda do funcionário sem desconto algum, o que ajuda a movimentar a economia.

E se eu não der a gorjeta?

Muitos são os casos de trabalhadores, principalmente garçons, que recebem mais do que o dobro do seu salário apenas em gorjetas
Muitos são os casos de trabalhadores, principalmente garçons, que recebem mais do que o dobro do seu salário apenas em gorjetas

Como já vimos, é imprescindível dar gorjeta nos EUA em determinados serviços. Se dermos acima dos 20%, significa que gostamos bastante, de 10% para baixo, que não gostamos. Mas já parou para pensar se alguém não dá a gorjeta?

Pode ser por inúmeras razões, desde o fato de ter detestado o serviço ou até mesmo não saber desta regra não escrita, mas saiba que a reação dos trabalhadores não será nem um pouco agradável, afinal, este valor faz uma parte considerável da renda deles. Existem relatos de ofensas, alguns casos de agressão física e, inclusive, relatos de desejos de taxistas para que o avião de turistas caísse!

Sendo exagero ou não da parte deles, o que sabemos é que, se você for fazer uma viagem para os EUA, saiba que em restaurantes, taxis, recepcionistas dos hotéis, faxineiros e afins a gorjeta será cobrada de acordo com o quanto você apoiou o serviço. Então, separe bem os valores!

*Com informações da BBC e LinkedIn.