Feirão Digital Caixa da Casa Própria tem financiamento de até 100%

Com as novas medidas restritivas, muitos serviços passaram a ser online, a novidade agora é o Feirão Digital Caixa da Casa Própria, que agora acontece pela internet.
Publicado em Notícias dia 7/06/2021 por Alan Corrêa

Com as novas medidas restritivas, muitos serviços passaram a ser online, a novidade agora é o Feirão Digital Caixa da Casa Própria, que agora acontece pela internet.

Um dos eventos imobiliários mais importantes do país, terá sua primeira edição online de 25 de junho a 4 de julho​.

Feirão Digital Caixa da Casa Própria

O feirão será realizado de 25 de junho a 4 de julho. Foto: Agência Brasil
O feirão será realizado de 25 de junho a 4 de julho. Foto: Agência Brasil

Durante o evento, os clientes têm condições especiais de financiamento para adquirir a casa própria. Podem, ainda, simular a compra de um imóvel, a aquisição de um consórcio imobiliário ou imóveis na planta, além de conhecer as novidades do mercado.

A Caixa divulgou novas medidas do crédito imobiliário e ainda anunciou o primeiro Feirão Digital da Casa Própria que vai ocorrer do dia 25 de junho ao dia 4 de julho.

Serão ofertados cerca de 180 mil imóveis em todo o país. Em razão da pandemia, o leilão será realizado na modalidade virtual, pela página do feirão.

O banco informou que as casas poderão ser escolhidas no site do evento, também é possível fazer a simulação do financiamento e ser atendido por meio do chat.

Novas modalidades de pagamentos

Além da nova modalidade de financiamento, a Caixa também divulgou novas alternativas para o pagamento das prestações da casa própria. Agora, os mutuários que estão com dificuldades têm a possibilidade de reduzir a parcela do financiamento em 25% por até 6 meses ou até 75% em até 3 meses. Para isso, é preciso apresentar uma autodeclaração de perda de renda que justifique a redução parcial das parcelas.

Os valores não pagos durante a vigência da negociação por pausa ou pagamento parcial, de acordo com o percentual escolhido, serão incorporados ao saldo devedor do contrato e diluídos no prazo remanescente.

Também há a possibilidade de suspensão do pagamento por até seis meses. Esta modalidade será autorizada apenas para os beneficiários do auxílio emergencial de 2021 ou para os mutuários que estejam recebendo o seguro-desemprego. A solicitação para pagamento parcial ou pausa do pagamento pode ser feita pelo aplicativo Habitação Caixa.

*Com informações da Agência Brasil, Caixa e G1.