O que muda com a chegada do 5G

E o que muda na vida dos brasileiros com a chegada do 5G? Esse é o questionamento de grande parte dos brasileiros e ainda mais, as pessoas querem saber se os aparelhos que possuem poderão fazer uso dessa nova tecnologia.
Publicado em Internet dia 12/07/2022 por Alan Corrêa

A Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel- divulgou que após Brasília, as próximas capitais que receberão a tecnologia 5G (quinta geração de internet móvel) serão São Paulo, Porto Alegre, João Pessoa e Belo Horizonte.

Na capital do país, o serviço foi iniciado no último dia 6, com cobertura de 80% da área; para as outras localidades, ainda não há data prevista, porém, o prazo final para essas todas as capitais encerra-se em 29 de setembro de 2022.

E o que muda na vida dos brasileiros com a chegada do 5G? Esse é o questionamento de grande parte dos brasileiros e ainda mais, as pessoas querem saber se os aparelhos que possuem poderão fazer uso dessa nova tecnologia.

Mudanças de imediato

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Segundo o superintendente e secretário executivo do Gaispi na Anatel, Vinicius Caram, as tecnologias 2G, 3G e 4G continuarão a funcionar normalmente e estarão em constante avanço da melhoria. Ele aconselha que quem tiver interesse em adquirir o 5G, deve pesquisar antes de fazer a troca de seu aparelho de celular. Hoje, são 67 dispositivos que estão no mercado com possibilidade de receber o 5G e essa informação pode ser encontrada no site da Anatel. A consulta é rápida e fácil.

A velocidade da internet pode ficar até 100 vezes mais rápida quando comparamos o 4G com o 5G, que possui menor alcance fazendo assim com que novas antenas sejam construídas. Um arquivo de 2 GB, hoje em dia, demora cerca de 35 minutos para ser baixado e já com 5G, esse tempo seria de 21 segundos.

O que podemos fazer com o 5G?

E o que muda na vida dos brasileiros com a chegada do 5G?

O sinal do 5G é muito mais ágil, melhorando expressivamente os atrasos que ocorrem atualmente nos games e chamadas de vídeo; isso faz com que a conexão seja praticamente em tempo real.

Ha grande expectativa de como as operadoras vão lidar com o 5G. Há possibilidade de incorporação nos planos já existentes ou até mesmo a oferta de novos planos, reformulados para essa tecnologia.

O 5G não beneficia apenas o usuário comum, mas também, a economia agropecuária, automação industrial, logística, segurança e cirurgias à distância.

Cidades inteligentes poderão ser planejadas com iluminação pública automática, sensores meteorológicos, entre outras novidades futuristas. Já em casa, seria possível conectar diversos aparelhos eletrônicos inteligentes, como geladeira, televisão, etc.

Quanto vai custar?

O sinal do 5G é muito mais ágil, melhorando expressivamente os atrasos que ocorrem atualmente nos games e chamadas de vídeo
O sinal do 5G é muito mais ágil, melhorando expressivamente os atrasos que ocorrem atualmente nos games e chamadas de vídeo

Para essa tecnologia funcionar plenamente, muitos investimentos em infraestrutura serão necessários. Nos Estados Unidos, há previsão de um gasto em torno de 69 bilhões de dólares para atualizações tecnológicas neste ano. No Brasil as operadoras ainda não divulgaram se os preços praticados sofrerão aumentos.

Atualmente, os operadores oferecem o serviço de 5G DSS, que é um híbrido entre as gerações, utilizando a frequência 4G, porém com velocidade maior – embora ainda distante da potência oferecida pelo 5G.

Futuramente, trilhões de dispositivos estarão conectados à rede como carros autônomos, drones, lâmpada e até mesmo sua cafeteira. Esses dispositivos provavelmente realizarão suas conexões através do 5G. Por isso, essa tecnologia não é somente importante quando se trata de telefonia.

Atualmente, os operadores oferecem o serviço de 5G DSS, que é um híbrido entre as gerações
Atualmente, os operadores oferecem o serviço de 5G DSS, que é um híbrido entre as gerações

A vice-presidente corporativa da Intel, Aicha Evans, afirmou que” O 5G deixará a internet das coisas muito mais eficiente e eficaz se pensarmos em um espectro de eficiência. Cada aparelho e rede criados com base na internet das coisas utilizará apenas o que for necessário e quando aquilo for necessário, sempre na medida exata, em vez de simplesmente consumir o que estiver disponível”.

Embora o 4G ainda nem seja realidade para muitas pessoas e localidades, é a tecnologia 5G que ganha destaque atualmente, oprimindo uma ideia de futuro tecnológico que chegou, mas não para todos. Em 2023, o 5G deve chegar às cidades com mais de 500 mil habitantes e já se fala em projeto para atender às cidades pequenas também.

*Com informações da Anatel, Wikipedia e G1.