Polo Track: novo carro popular da Volkswagen deve acabar com VW Gol

Mas, com as mudanças que a marca alemã pretende fazer em seu portfólio nos próximos anos, o que esperamos é que o Gol possa ter sua tão merecida aposentadoria, dando lugar a veículos mais novos e ajudando a Volks a ter um portfólio mais aderente ao público neste momento.
Publicado em Auto dia 20/03/2022 por Alan Corrêa

Por incrível que pareça, o Volkswagen Gol ainda é produzido! Sim, esquecido no mercado e sem nenhuma modificação gritante por 13 anos, a geração 7 do Gol continua sendo vendida partindo de 67 mil reais e, por conta do valor e do quão defasado o veículo está perante seus concorrentes, suas vendas são baixíssimas.

Mas, com as mudanças que a marca alemã pretende fazer em seu portfólio nos próximos anos, o que esperamos é que o Gol possa ter sua tão merecida aposentadoria, dando lugar a veículos mais novos e ajudando a Volks a ter um portfólio mais aderente ao público neste momento.

O que sabemos do Polo Track?

A Volkswagen anunciou o investimento de 7 bilhões de reais para a América Latina. O que isso significa? Que novos modelos serão fabricados
A Volkswagen anunciou o investimento de 7 bilhões de reais para a América Latina. O que isso significa? Que novos modelos serão fabricados

Com o fim iminente do Gol, sabemos que a marca terá que ter veículos para substituir seus modelos mais baratos. Com isso, aparece o Polo Track, modelo já confirmado que teve seu lançamento programado para 2023.

Até o momento, sabemos que ele será uma versão barateada do Polo, construído sob a plataforma MQB e com a presença do motor 1.0 de 84 cv, porém, ainda não sabemos se o veículo contará com o motor 1.6 MSI de 120 cv com câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis.

Não se engane com o nome Track: ele não terá nada de esportivo ou aventureiro, será focado exclusivamente em ser o carro, até o presente momento, mais barato a ser fabricado na fábrica de Taubaté.

Legislação obriga nova fase

As razões da Volkswagen aposentar veículos como o Gol vai muito além de querer reformular seu portfólio de veículos, mas também esbarra em questões de legislação principalmente.

Como isso se deve? Em janeiro de 2024, entrará em vigor uma lei aonde todos os veículos 0 km devem sair de fábrica contendo controle de estabilidade de série, inclusive os projetos mais antigos. Como adicionar tal tecnologia a um veículo com projeto do começo da década passada é mais complexo e o mesmo não de mais retorno financeiro, a melhor opção é substituir por outro modelo com mais fôlego.

Investimentos de 7 bilhões são esperados

Tudo isso passa por um anúncio que a Volkswagen fez no final do ano passado, que entre 2022 e 2026, irão investir 7 bilhões de reais na américa do sul, dando um foco maior no Brasil por ser um país estratégico para as ambições da marca.

Isto significa que podemos esperar veículos com tecnologias mais avançadas, novos modelos desembarcando por aqui tanto mais caros quanto mais baratos e também que muitas das peças que antes eram importadas possam ser fabricadas por aqui, sem a necessidade da importação destas. Mas a principal vantagem já anunciada pela Volkswagen é o desenvolvimento de uma motorização híbrida flex, podendo abastecer tanto com gasolina quanto com álcool. Nos dias atuais, o único modelo que consta com essa tecnologia é o Toyota Corolla, que nada de braçada neste segmento, que por sinal, conseguiu fazer seu rival Civic parar de ser fabricado por aqui, fazendo com que este só chegue importado pra cá! Por isso, a Volks enxerga uma oportunidade e tanto de entrar neste mercado com seus SUVs e, assim, conquistar ainda mais o público.

Existem outras novidades?

Com o anúncio do investimento da Volkswagen, são esperados novos modelos que possam desembarcar por aqui, enquanto isso, o portfólio de veículos vai se renovando. Até o momento, Up! E Fox já saiu de linha e a tendência é que outros modelos como Voyage e Saveiro ou sofram modificações extremas ou saiam de linha.

Por ora, o que sabemos é que a marca pretende trazer um SUV com uma plataforma ainda mais simples em relação ao Polo, ou seja, deve ficar abaixo do Polo Track e ser o novo modelo mais barato da marca, ficando no lugar do Up!